Licenciamento - válido para todos os textos do blog

Licença Creative Commons
Este trabalho de Flávio Raphael Barcellos, está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://sobre-fotografar.blogspot.com/.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://sobre-fotografar.blogspot.com/p/licenciamento.html.

Avisos iniciais

---

2016-03-25

Estou de mudança

Amigos,

Estou de mudança. Ou melhor, estou criando um novo espaço para postar meus textos.

Não sei se continuarei a escrever aqui no blog, pois estou gostando muito de usar essa outra plataforma para textos.

No momento ainda não postei nada novo, fiz somente algumas revisões em textos que já estavam aqui.

Mas, não devo colocar nada novo por aqui.

Por isso, vejam lá o novo local, inclusive com domínio registrado. Será o novo lar do "Sobre Fotografar".

https://sobre-fotografar.flaviorb.com.br/

A "casa" ainda está sendo montada, mas são muito bem vindos.

Grande abraço.

Flávio RB

2016-02-24

“Praticar fotografia” ou “fingindo que está usando filme”


Recentemente li um ótimo texto, cujo título é “Porque é que a fotografia analógica está na moda?”, em que o autor (quero muito conversar – trocar e-mail – contigo, Ricardo) lança ótimos argumentos (concordo com quase todos e mesmo os que não concordo completamente, acho muito válidos).
Mas, o objetivo aqui não é criar uma conversa pública com o Ricardo (sugiro a leitura do texto dele). O objetivo desse texto é dizer como podemos melhorar nosso conhecimento técnico e, também, melhorar nossa observação do mundo necessária para fazer uma fotografia sem, necessariamente, precisar utilizar uma câmera analógica (de filme) para isso.
Reparem que acho válido que se experimente fotografar com filme e tenha contato com o aprendizado de todo o processo, incluindo revelação e ampliação em papel (principalmente para o preto e branco). Mas esse não é o ponto aqui nesse texto e voltarei a isso em outra oportunidade.
O ponto que a que desejo chegar é: se você já tem uma câmera digital que permite controle manual da exposição, você não precisa, necessariamente, comprar uma câmera analógica e mais objetivas, ir comprar filme (no Brasil pode ser complicado) e, depois de expor seu filme, conseguir um laboratório para revelar e entregar a digitalização dos negativos para você trabalhar no computador.

2015-09-09

Termos que Confundem: Lente Rápida

O termo lente rápida, na minha opinião, está associado ao conceito de "velocidade de obturador", tratado no texto anterior. Nesse caso, uma lente rápida seria uma lente que permite que em condições de pouca luz ainda possamos utilizar uma velocidade alta de obturador.

Mas, velocidade de obturador não seria um termo "equivocado" para o conceito de tempo de exposição? Sim, por isso vemos esclarecer.

No texto anterior esclarecemos que uma velocidade lenta de obturador significa um longo tempo de exposição e uma velocidade rápida de obturador significa um tempo curto de exposição.

Assim, uma lente rápida é uma lente que permite velocidade alta de obturador. Ou seja, uma lente que permite que se tenha um tempo curto de exposição para uma condição de luz que uma lente "lenta" não permitiria.

Mas o que é uma lente rápida?

2015-09-07

Termos que Confundem: Velocidade de Obturador

Leio ou ouço com alguma frequência o termo Velocidade de Obturador para explicar um dos conceitos bases da exposição, que são a Abertura do Diafragma, o Tempo de Exposição e a Sensibilidade do Meio de Captura (filme ou sensor) a Luz.

Quando se encontra o termo velocidade de obturador num texto, o autor está tratando do tempo de exposição de forma que uma velocidade rápida para o obturador significa um tempo curto de exposição e uma velocidade lenta, significa um tempo longo de exposição.

Porém, ao fazer isso, o autor inclui assuntos ainda não bem compreendidos por um iniciante que não tenha conhecimento das partes de uma câmera. Isso, sem citar que existem muitos tipos de obturadores e que o termo velocidade tem fácil entendimento em apenas um deles (o de cortina de plano focal).

Sem contar que, velocidade é um conceito que envolve dois outros conceitos (espaço e tempo) e falar em velocidade somente para especificar o tempo que o meio sensível ficará exposto a luz é um tanto estranho (ao menos para mim).

Qual o motivo de fotógrafos utilizarem o termo velocidade de obturador?