Licenciamento - válido para todos os textos do blog

Licença Creative Commons
Este trabalho de Flávio Raphael Barcellos, está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://sobre-fotografar.blogspot.com/.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://sobre-fotografar.blogspot.com/p/licenciamento.html.

Avisos iniciais

---

2012-01-12

Quero uma câmera bridge?

Licença Creative Commons
Antes que possam ficar imaginado besteira, eu não quero uma câmera que o mercado chama de bridge e alguns sites especializados chamam de DSLR like.

Esse é mais um texto motivado por uma pergunta que respondi no Yahoo!Respostas.

Para quem quiser consultar, caso a mesma não tenha sido removida, a pergunta e minha resposta estão aqui.

A pessoa que perguntou, estava desejando uma indicação de uma câmera desse tipo além de manifestar que deseja iniciar na fotografia. Eu tenho dúvidas se esse tipo de câmera é, realmente, o indicado para quem está querendo iniciar na fotografia.

Esse texto poderia ser uma cópia da pergunta, mas ando motivado para escrever e fiquei mais prolixo ainda. Por isso, o texto deu uma "engordada" e está com um pouco mais de conteúdo que na resposta para o Y!R.

Vamos ao que interessa.

Quando alguém quer iniciar na fotografia e está falando numa câmera bridge, logo fico em alerta, pois conheço algumas pessoas que começaram na fotografia com uma câmera bridge e logo viram que precisavam de uma DSLR para poder dar prosseguimento aos seus objetivos.

O que é uma câmera chamada bridge? 

Em tese, seria uma câmera que estaria num patamar intermediário entre uma DSLR e uma compacta do tipo aponte e dispare (point & shot).

Apesar de comercialmente (propaganda) o termo ser amplamente utilizado. Uma câmera desse tipo não está, realmente, num patamar intermediário entre uma câmera compacta do tipo aponte e dispare e uma câmera DSLR (o tipo, normalmente, usado por profissionais de fotografia no seu trabalho).

A coisa fica mais complicada ainda quando o mercado (comerciante interessado em vender e até os iniciantes em fotografia querendo ajudar), começa a falar em câmera semi-profissional e coloca as câmeras bridge nessa categoria. Tratei disso num outro texto que pode ser lido aqui.

Uma câmera desse tipo - bridge - só tem duas coisas que a diferem de uma compacta do tipo aponte e dispare:
  1. A grande capacidade de zoom, isso dá outra nomenclatura para elas - superzoom ou hiperzoom; e
  2. A possibilidade de uso de controles manuais para abertura de diafragma e tempo de exposição.
Algumas câmeras chamadas de superzoom podem não ter a possibilidade de controle manual da exposição (segundo item da lista acima). Esse é o caso das Nikon Coolpix da série L (quando escrevi esse texto L110 e L120). Outras, tem possibilidade limitada de controle de abertura de diafragma, pois não possuem um diafragma e fazem uso de um filtro densidade neutra para controlar a luz, é o caso das Fujifilm Finepix da série S como a S1800, S2800, S3300 entre outras.

Dentre as câmera dessa categoria que tem maior controle de exposição, posso citar:
  • Canon PowerShot SX30is (ou a mais nova SX40is bem melhor);
  • Nikon Coolpix P500
  • Sony Cybershot DSC-HX100v
  • Fujifilm Finepix HS10 e HS20exr (foi anunciada a HS30exr)
  • Panasonic Lumix DMC-FZ150
Pode-se ver as especificações das câmeras acima, lado a lado, nesse link.

Existem diversas outras opções para esse tipo de câmera. Essa relação está aqui somente para exemplificar e não para indicar uma possibilidade de compra. Não acompanho muito os anúncios desse tipo de câmera, pois não são de meu interesse atual e também sou bem contrário a indicar uma câmera.

As câmeras chamadas de bridge tem um ponto em comum com as câmeras compactas, é o tamanho pequeno do sensor. Por isso não acredito que uma câmera bridge seja uma intermediária entre uma compacta e uma DSLR, apesar do formato e o tamanho próximo ao de uma DSLR de entrada.

Com um sensor pequeno, a qualidade de imagem pode ser severamente prejudicada, principalmente em condições de menos luz onde se tenha que optar por uma sensibilidade mais alta (ISO) a luz. Isso se torna cŕitico quando se colocam muitos pixels (megapixel) no sensor.

Alguns fabricantes, devido ao problema causado pelo tamanho pequeno do sensor, tem experimentado outras possibilidades de câmeras:
  1. Sensor maior, o mesmo das chamadas compactas avançadas (*), mas fazendo um corpo de câmera maior e colocando um grande zoom. Esse é o caso da Fujifilm X-S1, que tem o mesmo sensor da Fujifilm X10, mas possui grande zoom.
  2. Câmera compacta com sensor tão grande quando o de uma DSLR, mas que não tem possibilidade de troca de lentes. É o caso da Fujifilm Finepix X100 (essa com lente fixa, sem ser zoom, 35mm equivalente) e da Canon PowerShot G1 X (com um zoom de 4x - 28-112mm equivalente).
Nesse link, pode-se ver lado a lado as câmeras citadas acima, juntamente com algumas outras, super zoom (Canon SX40HS e Fujifilm HS30exr) ou compcata avançada (Canon G12). Para comparação, principalmente, do tamanho do sensor.
Ainda temos, crescendo no mercado, as câmeras que eu considero, realmente, ocupar o lugar intermediário entre uma compacta (aponte e dispare ou avançada) e uma DSLR. São as câmeras compactas com lentes intercambiáveis e sensor grande. O chamado sistema hibrido sem espelho, entre tantas opções cito: as Sony da série NEX, a novíssima Fujifilm X-Pro1, as recentes Nikon série One (J1 e V1), as Samsung NX 100 e NX200 e as Olympus série PEN (as primeiras no mercado nessa categoria de câmeras). Pode-se ver algumas câmeras desse tipo lado a lado nesse link.

Estou devendo e vou continuar devendo, um texto classificando as câmeras. Pois, esse é um "ecossistema" bem complexo e em constante modificação. Até aqui, estou colocando alguns exemplos de como eu tenho tentado classificar as câmeras fotográficas.

Continuando no tema da minha resposta dada no Y!R, tenho uma lista básica de como se orientar na hora de escolher uma câmera. Tendo como base o seu objetivo com a fotografia:
  • Se você pretende se dedicar de forma mais seria a fotografia, talvez para se profissionalizar na área, acho que seria melhor, desde o início, pensar em numa DSLR. Mesmo que uma de entrada.
  • Se você só deseja qualidade de imagem e aprender bem os conceitos, mas levar a fotografia apenas como um hobbie, pense em comprar uma câmera de sistema sem espelho ou uma compacta avançada com sensor grande (seja com zoom grande ou não). É claro que uma DSLR atende esse objetivo, mas são câmeras grandes e pesadas.
  • Se você deseja uma câmera leve, não quer se preocupar com troca de lentes e precisa de um grande poder de zoom (vai ser bom somente para uso diurno - muita luz), aí sim é que você deve pensar no que o mercado convencionou chamar de bridge.
Finalizando, para entender um pouco mais de câmeras e também poder escolher melhor, veja esses dois links:

Espero estar contribuindo para auxiliar um iniciante a escolher a câmera certa para seu uso.

Acredito que esta seja uma escolha pessoal, não é por eu fotografar que eu sei o que é melhor para o outro.

Estude, tire suas dúvidas, vá conversar com fotógrafos (clubes de fotografia são um bom lugar para isso) e, principalmente, não acredite em quem vier dizendo que você deve comprar a câmera A ou a câmera B sem nem ouvir ou perguntar o que você deseja da fotografia.

Bons estudos e boas escolhas.

Flávio

(*)  Câmeras não tão compactas mas com grande possibilidade de controle de exposição, normalmente usadas por fotógrafos profissionais nos momentos de lazer.

7 comentários:

  1. Muito obrigada pelo texto Flávio, me ajudou bastante a entender o que é uma bridge e saber melhor o que eu quero... abraço!!

    ResponderExcluir
  2. adorei o texto... me enquadrei nesse perfil "Se você só deseja qualidade de imagem e aprender bem os conceitos, mas levar a fotografia apenas como um hobbie, pense em comprar uma câmera de sistema sem espelho ou uma compacta avançada com sensor grande (seja com zoom grande ou não). É claro que uma DSLR atende esse objetivo, mas são câmeras grandes e pesadas."
    quero uma maquina com qualidade de imagem, boa para fotos noturnas mas q não seja grande e pesada..rsrsrs.. vc poderia de me falar alguns exemplos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Julia, é muito complicado indicar uma câmera. Além de ser preciso definir bem o que você chama de foto noturna. Se for congelar o movimento das pessoas numa foto noturna, você precisará ou de um ISO alto de boa qualidade ou de um flash.

      ISO realmente alto de boa qualidade você não irá encontra nas câmeras compactas atuais. O sensor pequeno faz com que haja uma grande densidade de pixel e isso acarreta ruido. Existem algumas compactas com sensor realmente grande, mas são bem caras, tem pouco zoom (ou nem tem, usa lente de comprimento focal fixo).

      As câmeras do sistema sem espelho podem ser uma alternativa, são com o sensor grande (comparado a uma compacta)m trocam lente, e não são tão pesadas (depende muito da lente que se use).

      Espero que você leia essa resposta, podemos conversar mais, meu email está disponível na página "Sobre mim e esse blog" lá na barra embaixo do título.

      Excluir
    2. Obrigada Flávio pela atenção! vou te mandar um e-mail, pq estou super confusa de qual maquina com melhor custo beneficio, ja q encontrei compactas com valores semelhantes a máquina reflex/SLR

      Excluir
  3. Eu sei que faz tempo que vc publicou o texto mas me ajudou bastante! Antes eu tinha certeza absoluta d q eu queria uma "bridge", mas pesquisando melhor descobri q ela nao é la mil maravilhas. Obrigada
    Helena

    ResponderExcluir

ATENÇÃO

Perguntas? Dúvidas? Usem meu email disponível na página Sobre mim.

Não responderei a dúvidas nessa área.

Alterei minha "política" relacionada a comentários, visto que as pessoas não leem o que está escrito aqui.

** Postagens mais antigas que 30 dias terão os comentários moderados, comentários relevantes serão liberados, outros tipos de comentários - incluindo perguntas - serão ignorados.

Você pode não concordar com o texto ou com o comentário de outro visitante, mas isso não é motivo para deixar de ser educado e cortês (depende de vocês manter esse espaço com comentários livres - inclusive anônimos - e com moderação seletiva)

Por favor sejam educados para eu não ter que rever esse posicionamento.